O FUTURO DO MUSEU NACIONAL DE ARQUEOLOGIA EXIGE PONDERAÇÃO E RESPEITO


Com a publicação da saudação do Dr. Luís Raposo aos Amigos do MNA, do artigo do jornal Publico e da notícia da Antena 1, todos abaixo transcritos, chega ao fim a missão deste blogue independente,
feito por alguns amigos do MNA.

A luta travada nos últimos anos em defesa do MNA, impedindo a sua transferência para a Fábrica da Cordoaria Nacional, foi coroada de êxito.

Ao Dr. Luís Raposo desejamos as maiores venturas na continuação da sua carreira profissional.

Se um dia o MNA voltar a estar em perigo, regressaremos,

porque por agora apenas hibernamos.



segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Um infâmia - diz o Arqueólogo Santiago Macías

Luís Raposo recebeu uma carta, informando-o que não vai continuar a ser o diretor do Museu Nacional de Arqueologia. Assim, sem mais.

Luís Raposo vai, assim, pagar os anos de excelente trabalho à frente do MNA, que projetou dentro e fora de portas. Vai, sobretudo, pagar a coerência das suas posições quanto ao futuro do MNA e dos museus em Portugal e vai pagar a frontalidade e coragem com que as assumiu e expressou publicamente.

Meu caro Luís, como te disse anteontem em curta mensagem, tudo isto se resume a uma palavra: INFÂMIA. A tua demissão, pois disso se trata, atinge quem a decidiu, não te atinge a ti.

Santiago Macías

Do blogue http://avenidadasaluquia34.blogspot.com/

Sem comentários:

Enviar um comentário