O FUTURO DO MUSEU NACIONAL DE ARQUEOLOGIA EXIGE PONDERAÇÃO E RESPEITO


Com a publicação da saudação do Dr. Luís Raposo aos Amigos do MNA, do artigo do jornal Publico e da notícia da Antena 1, todos abaixo transcritos, chega ao fim a missão deste blogue independente,
feito por alguns amigos do MNA.

A luta travada nos últimos anos em defesa do MNA, impedindo a sua transferência para a Fábrica da Cordoaria Nacional, foi coroada de êxito.

Ao Dr. Luís Raposo desejamos as maiores venturas na continuação da sua carreira profissional.

Se um dia o MNA voltar a estar em perigo, regressaremos,

porque por agora apenas hibernamos.



sábado, 10 de abril de 2010

Ministra da Cultura revela que tem tido muita paciência com o Director do MNA

À TSF, a ministra Gabriela Canavilhas afirmou que tem tido «muita paciência» com o director do Museu Nacional de Arqueologia, referindo às critícas dos planos da tutela para este museu.
A ministra Gabriela Canavilhas sublinhou que para já não encontra motivos para substituir o director do museu, ainda que não confirme se mantém a confiança em Luís Raposo.
«Nunca disse que havia uma substituição, nem até ao momento há alguma razão para o substituir. Só quando houver alguma falta por parte de um funcionário público é que se inicia um processo disciplinar», explicou.
Questionado sobre se mantém mantém a confiança em Luís Raposo, a ministra respondeu: «Eu mantenho imensa paciência com o director do Museu de Arqueologia porque tenho lido coisas fantásticas na comunicação social, declarações dele, e portanto tenho mantido a minha paciência».
A ministra da Cultura vai ao Parlamento na próxima semana para prestar esclarecimentos sobre este assunto aos deputados da Comissão de Ética, Sociedade e Cultura.
Áudio, aqui:
http://www.tsf.pt/paginainicial/AudioeVideo.aspx?content_id=1540211

Comentário:
A Paciência (Patientia) é uma das virtudes públicas romanas, que parece estar representada numa das estátuas do Palácio da Ajuda. Mas outra virtude pública é a Libertas (Liberdade) e por cima destas virtudes públicas existem as virtudes privadas, bem mais importantes, porque estruturam o ser humano. Uma destas últimas é a Veritas, para quem não saiba, a Verdade.

Sem comentários:

Enviar um comentário