O FUTURO DO MUSEU NACIONAL DE ARQUEOLOGIA EXIGE PONDERAÇÃO E RESPEITO


Com a publicação da saudação do Dr. Luís Raposo aos Amigos do MNA, do artigo do jornal Publico e da notícia da Antena 1, todos abaixo transcritos, chega ao fim a missão deste blogue independente,
feito por alguns amigos do MNA.

A luta travada nos últimos anos em defesa do MNA, impedindo a sua transferência para a Fábrica da Cordoaria Nacional, foi coroada de êxito.

Ao Dr. Luís Raposo desejamos as maiores venturas na continuação da sua carreira profissional.

Se um dia o MNA voltar a estar em perigo, regressaremos,

porque por agora apenas hibernamos.



segunda-feira, 5 de abril de 2010

Senhora Ministra, Senhor Secretário de Estado, Senhor Director do Instituto dos Museus e da Conservação...

Vários amigos, a título pessoal, e várias associações de natureza diversa têm-no dado conhecimento de cartas e e-mails que endereçaram directamente à tutela do MNA, expressando as suas opiniões sobre o momento actual. Outros perguntam-nos se vale a pena fazê-lo ou se tal poderá ser considerado deslocado em face da possibilidade de deixaram comentários na petição da Internet, que recolhe a Declaração da AG da Comissão Nacional Portuguesa do ICOM.
Agradecemos aos primeiros a iniciativa que tomaram e dizemos aos segundos que o contacto directo dos cidadãos com os orgãos do Poder Político e os seus titulares, incluindo os Deputados, constitui um dos mais fiáveis indicadores de desenvolvimento democrático em cada País.
Por isso, se assim o entender, diga o que pensa à senhora Ministra da Cultura, ao senhor Secretário de Estado da Cultura, ao senhor Director do Instituto dos Museus e da Conservação... e aos senhores Deputados, na pessoa talvez do senhor Presidente da Comissão de Ética, Sociedade e Cultura da Assembleia da República.
Todos não seremos demais.

Sem comentários:

Enviar um comentário